Válvulas redutoras, válvulas de segurança, válvulas de retenção…. saiba a correta classificação e, de lambuja, entenda a utilidade de cada uma!

  1. Home
  2. /
  3. Classificação Fiscal
  4. /
  5. Válvulas redutoras, válvulas de segurança, válvulas de retenção…. saiba a correta classificação e, de lambuja, entenda a utilidade de cada uma!

Válvulas redutoras, válvulas de segurança, válvulas de retenção….

 saiba a correta classificação e, de lambuja, entenda a utilidade de cada uma!

 

Nossa publicação de hoje será especial para as válvulas que compõem a NCM 8481. Vamos entender suas utilidades e a categoria que se enquadra cada modelo.

 

  • VÁLVULAS REDUTORAS DE PRESSÃO HIDRÁULICA.

Como o próprio nome já diz, a sua utilidade é fácil de se identificar, mas você sabe exatamente como funciona o processo?

Por trás de toda obra civil, existe uma NBR (NORMA BRASILEIRA) cuja função é determinar critérios de qualidade a serem seguidos pelas empresas responsáveis.

A NBR 5626 (ABNT, 1996) estabelece a pressão de 40 Mca como a pressão máxima de operação dos equipamentos hidráulicos. Portanto, em edifícios altos, precisamos utilizar as válvulas redutoras de pressão para impedir que estas pressões excessivas cheguem aos equipamentos hidráulicos dos apartamentos e gerem transtornos com o desgaste dos produtos.

A classificação deve ser feita na NCM 8481.10

 

  • VÁLVULAS PARA TRANSMISSÕES ÓLEO-HIDRÁULICAS OU PNEUMÁTICAS

A expressão “válvulas para transmissões óleo-hidráulicas ou pneumáticas” significa que são utilizadas especificamente para transmissão de um “fluido motor” num sistema hidráulico ou pneumático onde a fonte de energia é um fluido sob pressão (líquido ou gás).

 

Essas válvulas possuem modelos variados, onde cada um se adequa a necessidade e local de uso.

A imagem corresponde a um desses modelos.

Devemos classificá-las na NCM 8481.20.

 

  • VÁLVULAS DE RETENÇÃO

A válvula de retenção, que é popularmente conhecida também como válvula anti-retorno ou válvula unidirecional, é utilizada em vários seguimentos industriais e domésticos também.

Sua finalidade é inibir o retorno de líquidos que possam fluir de volta ao montante da válvula, e por isso a sua projeção é para que o material flua em somente uma direção.

Uma válvula de retenção geralmente possui apenas duas aberturas no corpo, com um membro de fechamento situado entre elas. Quando o fluído entra na válvula, sua pressão mantém o mecanismo de fechamento aberto. Caso ele tente fluir de volta pela válvula na direção contrária, o membro de fechamento é forçado para trás sobre a entrada da válvula, impedindo qualquer tipo de retorno.

A categoria em que se enquadra essa válvula é a NCM 8481.30

 

  • VÁLVULAS DE SEGURANÇA/ALÍVIO

A válvula em questão pode ser instalada em inúmeros aparelhos e sistemas. Sua principal característica é o alto nível de segurança, tantos aos operários, quanto ao seu perímetro de instalação.

Sua utilidade é bem simples de se entender, se trata de uma válvula automática que monitora a pressão dos fluídos durante determinada operação. E se caso essa pressão venha a aumentar além do limite calibrado, a válvula realiza descargas gradativamente, assim, mantem a segurança e qualidade no processo.

Um ótimo exemplo para que você melhor entenda, é a válvula de alívio da tampa da panela de pressão que possui em sua residência.

 

Inclusive, ambas se enquadram na NCM 8481.40

Por: João Paulo

Compartilhe:

Notícia anterior
Queijo ou Iogurte, qual a correta classificação do Queijo Petit Suisse?
Próxima notícia
Luvas de Procedimento são alíquota zero de Pis/Cofins?
Menu